Seis transplantes renais simultâneos realizados no Hospital Johns Hopkins

Cirurgias envolvem nove equipas médicas

10 abril 2008
  |  Partilhar:

Cirurgiões do Hospital Johns Hopkins, no estado norte-americano de Maryland, realizaram seis transplantes renais simultâneos, numa intervenção realizada sábado e que durou dez horas e envolveu nove equipas.
 

 

Segundo o hospital, foi a primeira vez que se efectuou no mundo uma intervenção deste tipo tão alargada. As doze pessoas intervencionadas estão a recuperar sem problemas, de acordo com Robert Montgomery, director do Centro de Transplantes de Johns Hopkins e responsável pela cirurgia.
 

 

Em comunicado, o hospital refere que a ideia de efectuar o transplante simultâneo ocorreu no próprio dia, quando cinco candidatos a transplante se apresentaram no hospital para serem avaliados.
 

 

Cada um dos doentes tinha o seu próprio dador, mas o seu sangue e tecidos não eram compatíveis. A equipa utilizou então um sistema de dador "altruista", que oferece o seu órgão sem conhecer o receptor, de modo a criar as compatibilidades necessárias.
 

 

Este método permitiu que os cinco candidatos originais recebessem um rim compatível e que o sexto órgão fosse atribuído a um paciente da lista geral de receptores.
 

 

Uma semana antes, cirurgiões do Hospital Northwestern Memorial de Chicago efectuaram um transplante simultâneo de quatro rins.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.