Seis mil crianças morrem anualmente vítimas de doença relacionadas com a água
30 janeiro 2002
  |  Partilhar:

Cerca de seis mil crianças morrem anualmente vítimas de
 

doenças relacionadas com a impureza da água, disseram peritos da ONU que apelaram aos governos a garantir água potável aos seus cidadãos.
 

 

Richard Jolly, presidente do Conselho de colaboração para
 

o fornecimento e a purificação da água, com sede em Genebra,
 

afirmou ontem que "a água e o saneamento básico são factores
 

chaves para reduzir a pobreza".
 

 

Calcula-se que cerca de mil milhões de pessoas no mundo
 

não tenham acesso a água em condições de segurança para a saúde, ao passo que duas em cada cinco não beneficiam do saneamento básico.
 

 

Os peritos, que participam num comité preparatório da
 

Cimeira para o Desenvolvimento Sustentado, a realizar este Verão na África do Sul, asseguram que o problema é muito grave.
 

 

Por esse motivo, pediram aos governos que dupliquem os
 

10.000 milhões de dólares anuais que dedicam à purificação da água e também ao saneamento básico.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.