Seis em cada 10 famílias com dificuldades em pagar tratamentos médicos

Inquérito da DECO

28 janeiro 2010
  |  Partilhar:

Seis em cada 10 famílias tiveram dificuldade em seguir tratamentos médicos no último ano por motivos económicos, revela um inquérito realizado pela Associação de Defesa do Consumidor (DECO Proteste), publicado na revista “Teste Saúde” de Fevereiro.

 

O inquérito, realizado junto de 1.639 famílias portuguesas, revela que quase metade destes inquiridos foi obrigada a adiar uma terapia. Um quinto interrompeu o tratamento e outros tantos nem sequer pensaram em iniciá-lo por impossibilidade de o pagar. Nesta última situação estão 650 mil famílias, segundo estima o estudo da DECO, citado pela agência Lusa.

 

Um quinto dos inquiridos já se endividou para pagar despesas de saúde e 15% fizeram-no no último ano. Cada agregado pediu, em média, 1.100 euros, sobretudo a familiares. Quatro em cada 10 revelaram ter muitas dificuldades em liquidar a dívida.

 

Grande parte dos créditos pedidos destinou-se a serviços de saúde privados, muitos deles também existentes no Serviço Nacional de Saúde. “Mas as longas listas de espera determinaram a decisão pelo privado”, conclui a “Teste Saúde”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.