Segurança Social norte-americana vai entrar em défice em 2016

Estudo prevê insolvência em 2037

18 maio 2009
  |  Partilhar:

A Segurança Social norte-americana pagará mais do que recebe em 2016 e será insolvente em 2037, quando só conseguirá pagar 75% dos benefícios aos norte-americanos.

 

O estudo conduzido pelos administradores da Segurança Social e do Medicare, sistema de cobertura médica para reformados, indica também que o Medicare está ainda em pior situação, que já este ano pagará mais do que recebe e se tornará insolvente a partir de 2017, dois anos antes do que havia sido previsto no relatório de 2008.

 

O secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, referiu à Reuters que este relatório representa "uma nova lembrança" de que, quanto mais tempo se esperar para resolver a questão da solvência a longo prazo do Medicare e da Segurança Social, "mais difíceis serão as opções".

 

Os problemas da Segurança Social agravaram-se devido à actual recessão, que provocou a queda nas receitas fiscais, estando previsto que só possa pagar por inteiro os benefícios durante os próximos 30 anos, sendo que, a partir daí, poderá apenas pagar 75% do dinheiro que corresponde aos seus beneficiários.

 

Os administradores destes programas públicos projectaram no relatório que elaboraram em 2008 que a Segurança Social teria fundos até ao ano de 2041 e o Medicare até 2019.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.