Seguradoras excluem doentes crónicos que podem ficar sem crédito

Dados de um estudo da DECO

26 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

 

 

Alguns portadores de doenças crónicas, como a diabetes, poderão ser impedidos de ter créditos bancários porque as seguradoras dificultam-lhes a vida devido à doença, de acordo com a edição de Março/Abril da revista Dinheiro & Direitos.
 

 

A DECO (Associação Portuguesa dos Direitos do Consumidor) avaliou as condições de contratação de um seguro de vida, tendo para tal enviado um questionário a 22 seguradoras do ramo vida, ao qual responderam "poucas seguradoras".
 

 

De acordo com os resultados, "as seguradoras são cada vez mais rigorosas a avaliar os riscos dos candidatos", recorrendo à avaliação de dados como o índice de massa corporal, hábitos tabágicos, ingestão de álcool fora das refeições e antecedentes familiares. Estas informações podem, segundo a revista, "agravar o prémio ou levar à recusa do seguro".
 

 

A Dinheiro & Direitos denuncia que "as regras do jogo não estão definidas à partida e o consumidor fica sujeito ao poder discricionário das seguradoras".
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.