Sedativos aumentam risco de suicídio em idosos

Estudo publicado no “BMC Geriatrics”

08 junho 2009
  |  Partilhar:

Sedativos e ansiolíticos prescritos para tratar depressão, ansiedade e problemas de sono parecem aumentar o risco de suicídio dos idosos, revela um estudo publicado no “BMC Geriatrics”.

 

Estudos anteriores já tinham comprovado que o uso de antidepressivos, antipsicóticos, sedativos e hipnóticos estava relacionado com o suicídio nos jovens. Ander Carlsten e Margda Waern analisaram agora os dados de 85 homens, com idade superior a 65 anos, que tinham cometido suicídio. Esses dados foram comparados com os de um grupo de 135 idosos que não tinham atentado contra as suas próprias vidas.

 

Os psiquiatras entrevistaram pessoas próximas dos suicidas e indagaram sobre os seus problemas mentais durante o mês anterior. Os voluntários também foram entrevistados pessoalmente.

 

Após considerarem as condições psiquiátricas diagnosticadas, os investigadores verificaram que os pacientes que tomavam sedativos ou hipnóticos para tratar problemas relacionados com a dificuldade em dormir tinham um risco quatro vezes maior de cometer suicídio do que os participantes do grupo de controlo.

 

De acordo com os autores, estes fármacos poderão aumentar o risco de suicídio nas pessoas idosas por desencadearem comportamentos agressivos e impulsivos ou por criarem condições para a toma de uma overdose. Por outro lado, também é possível que os sedativos sejam só marcadores de factores relacionados com o suicídio, como os distúrbios de sono, a falta de suporte social, os problemas interpessoais, o alcoolismo e a deficiência física.

 

Os investigadores referem que os médicos devem estar atentos a este facto, uma vez que estes fármacos são habitualmente prescritos aos idosos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.