Se conduzir...não oiça músicas «violentas»

Estudo estabelece relação entre melodias e acidentes

14 março 2002
  |  Partilhar:

É fã do tecno ou gosta de ouvir música ainda mais “pesada”, como os sons do trash-metal? Se estas músicas fazem mesmo o seu estilo, o melhor é não as ouvir enquanto conduz.
 

Segundo um estudo israelita, publicado na revista New Scientist, os motoristas que escutam músicas de ritmo acelerado enquanto conduzem estão mais sujeitos a sofrer acidentes de viação.
 

 

Este estudo inédito, recrutou 28 estudantes que usaram um simulador de condução. Dentro do aparelho, os jovens teriam de efectuar uma viagem pelas ruas de Chicago ao som de diferentes tipos de música em volume alto.
 

 

Da análise do estudo, os investigadores concluíram que os condutores que ouvem músicas rápidas correm um risco duas vezes maior de bater com o carro do que os restantes que preferem melodias mais lentas.
 

 

A investigação, feita na Universidade Ben Gurion, em Beer-Sheva, utilizou desde baladas de George Benson até aos recentes sucessos mais ouvidos em discotecas, com ritmos que variavam entre 60 e 120 batidas por minuto.
 

 

Instigados pelo «poder» da música, os voluntários que ouviam canções mais aceleradas mostraram uma maior predisposição a passar nos sinais vermelhos. Para o autor do estudo, Warren Brodsky, os resultados desta investigação mostram que alguns tipos de música tendem a distrair os motoristas, bem com a torná-los menos despertos.
 

 

Por isso, Brodsky recomenda a todos os automobilistas a escolherem temas menos agitados ou, então, a baixar o volume do rádio do carro para reduzir o risco de acidentes.
 

 

Há já algum tempo que vários especialistas em prevenção de acidentes rodoviários têm vindo a defender a elaboração de mais estudos sobre outras fontes de distracções para os motoristas, tal como os telemóveis.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.