Saúde oral: mais de metade das crianças rastreadas com problemas

Programa da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

05 setembro 2013
  |  Partilhar:

Os rastreios de saúde oral realizados a cerca de 500 crianças através do programa da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) detetaram casos preocupantes, tendo encaminhado mais de metade das crianças para dentistas.
 

A responsável da SCML, Noémia Silveiro, revela que num período experimental foram realizados rastreios a 540 crianças e jovens de bairros sociais de Lisboa: 310 foram encaminhadas para dentistas, 144 para nutricionistas e 63 para oftalmologistas.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que face a casos considerados “muito preocupantes”, a Santa Casa decidiu iniciar um programa de rastreios gratuitos de saúde a crianças até aos 18 anos em bairros sociais, históricos e também em juntas de freguesias e instituições particulares de solidariedade social.
 

No âmbito da iniciativa “Saúde Mais Próxima”, a SCML vai começar por fazer, na quinta e sexta-feira, rastreios a crianças dos 6 aos 15 anos, através de uma nova Unidade Móvel Juvenil de Saúde que estará no Largo Trindade Coelho, em Lisboa, das 10:00 às 18:00.
 

O objetivo, como explicou Noémia Silveiro à Lusa, é avaliar a saúde geral, oral, visual e auditiva dos mais novos, depois dos casos encontrados no rastreio experimental.
 

“Encontrámos pais pouco sensíveis para algumas das questões da saúde”, nomeadamente no que respeita às questões da nutrição e alimentação, disse a responsável, referindo que, em 500 rastreios, detetaram 40 crianças com problemas de obesidade.
 

De forma a alargar estes rastreios, a SCML quer estabelecer parcerias com sociedades médicas e outras associações, como o caso da organização não governamental “Turma do bem”, com a qual já existe um acordo para tratar doenças orais e problemas visuais.
 

No âmbito do programa Saúde Mais Próxima, que já existe há mais de um ano, a Santa Casa já realizou ações de sensibilização e rastreios para as doenças respiratórias, obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes, osteoporose ou cancro da pele.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.