"Saúde Mais Próxima"

Informação e rastreio de doenças crónicas

25 setembro 2012
  |  Partilhar:

O programa "Saúde Mais Próxima", que arrancou em maio na Mouraria com o objetivo de informar e rastrear as principais doenças crónicas, já atendeu quase seis mil pessoas.
 

Este programa da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa começou em maio com doenças respiratórias, em parceria com a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e, de acordo com dados fornecidos à agência Lusa pela Santa Casa, foram atendidas 3.590 pessoas.
 

escolha das doenças respiratórias para dar início ao programa deveu-se ao facto de serem a quarta causa de mortalidade em todo o mundo e de afetarem mais de 10% da população portuguesa. Das 3.590 pessoas atendidas, “foram identificadas 337 com problemas respiratórios” e foram “encaminhadas” 701.
 

“Todas as pessoas encaminhadas estão a ser seguidas telefonicamente ou por outros meios para perceber que tipo de resposta está a ser dada”, explicou à agência Lusa fonte da Santa Casa.
 

Em julho arrancou a fase dedicada à obesidade. Nesse âmbito, foram atendidas 2125 pessoas, tendo 128 sido encaminhadas.
 

“A maioria das pessoas atendidas apresenta excesso de peso estando, portanto, numa fase de pré-obesidade. Contudo, a prevalência da obesidade não difere significativamente deste primeiro valor uma vez que foram 597 as pessoas identificadas como sendo obesas”, disse a mesma fonte.
 

Na semana passada, arrancou a fase do programa dedicada às doenças cardiovasculares, que conta com o apoio científico da Sociedade Portuguesa de Cardiologia. Até ao final do programa serão ainda feitos rastreios ao cancro da pele, às doenças sexualmente transmissíveis, à diabetes e à osteoporose, existindo ainda, paralelamente, avaliações gerais do estado de saúde de todos os que pretenderem.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.