Saída de médicos contratados criará dificuldades ao Hospital de Santarém
24 julho 2001
  |  Partilhar:

O coordenador da sub-região de Saúde de Santarém reconheceu hoje que a situação dos médicos contratados do Hospital de Santarém é de "incerteza" e que a sua eventual saída deixará o serviço "em dificuldade, mas não em rotura".
 

 

António Branco confirmou à Agência Lusa a situação de incerteza que levou os 25 médicos contratados pelo Hospital de Santarém a promoverem um abaixo-assinado ameaçando deixar de fazer 12 horas extraordinárias semanais suplementares a partir de 01 de Agosto, em protesto pela precariedade do seu posto de trabalho.
 

 

António Branco afirmou à agência Lusa que está a trabalhar para que o novo quadro seja aprovado.
 

 

Sobre a situação dos médicos, afirmou que, uma vez que o actual quadro do HS está preenchido, se a situação não se alterar até Outubro e não for feito um alargamento em áreas prioritárias, terão de concorrer a outros hospitais que disponham ainda de lugares no quadro.
 

 

Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.