Rússia também pode «criar» clones

Especialistas russos em condições para aplicar técnica

06 janeiro 2003
  |  Partilhar:

O anúncio do nascimento de um possível clone, filho de pais norte-americanos, tem lançado a celeuma mundial. Contestado e odiado, por muitos cientistas mundiais, e, por outro lado, invejado por alguns especialistas que a todo custo queriam ser eles próprios a vencer a corrida ao clone, o facto é que a notícia ainda não foi confirmada e bem poderá ser um dos maiores embustes da história da ciência.
 

 

Enquanto não existem certezas, alguns países vêm agora afirmar que, também, eles têm capacidade para «criar» clones. É o caso da Rússia. Segundo o biólogo Alexei Iablokov, um académico antigo conselheiro do Kremlin, a Rússia tem «centenas de especialistas» capazes de fazer nascer um bebé clone.
 

 

«A escola russa de embriologia é muito forte, nomeadamente nos laboratórios de Moscovo, Novossibirsk e São Petersburgo, e não há qualquer dúvida de que isso é tecnicamente possível, por muito fracos que sejam os meios financeiros disponíveis», acrescentou o cientista.
 

 

«É exactamente como a bomba atómica: foi difícil construi- la da primeira vez. Depois da clonagem da ovelha Dolly, o processo deixou de apresentar dificuldades especiais, tornou-se rotineiro», sublinhou.
 

 

Este antigo presidente da comissão de ecologia do Conselho de Segurança da Rússia vincou que a legislação do seu país não estabelece qualquer interdição directa relativamente à clonagem humana, referindo que, no entanto, nada estabelece que a autorize.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.