Risco e progressão da Alzheimer difere entre homens e mulheres

Estudo apresentado no Congresso Internacional da Associação da Alzheimer

22 julho 2019
  |  Partilhar:
Um estudo recente demonstrou que o risco e progressão da doença de Alzheimer difere de acordo com os sexos.
 
Um dos marcadores biológicos da doença de Alzheimer é a acumulação anormal de proteínas no cérebro, nomeadamente de proteína tau, que está associada ao défice cognitivo.
 
A prevalência da Alzheimer é maior nas mulheres do que nos homens. A forma como essas proteínas se espalham poderá explicar esse facto. Com efeito, o estudo de investigadores do Centro de Medicina da Universidade Vanderbilt, EUA, identificou diferenças, entre homens e mulheres, na forma como a proteína tau se espalha. 
 
Os investigadores analisaram resultados de tomografias por emissão de positrões (PET) de indivíduos saudáveis e de pacientes com défice cognitivo ligeiro. A equipa usou os dados obtidos para construir redes vivas que modelavam o espalhamento da tau.
 
Os achados sugerem que a tau se espalha através do tecido cerebral como se fosse uma infeção, deslocando-se de neurónio para neurónio e fazendo com que as outras proteínas se transformem em emaranhados anormais e causem a morte das células cerebrais. 
 
Foi observado que as mulheres evidenciam uma acumulação mais vasta de tau no cérebro do que os homens, devido ao espalhamento mais acelerado da proteína pelo cérebro.
 
A equipa detetou redes de tau diferentes nas mulheres e nos homens. As mulheres possuem mais regiões de contacto que permitem ligar várias comunidades no cérebro. É esta diferença que poderá permitir à tau espalhar-se mais facilmente entre as regiões do cérebro, acelerando assim o ritmo de acumulação da proteína, o que faz com que as mulheres corram um risco mais elevado de desenvolverem Alzheimer. 
 
Se estes achados forem provados, poderá ser necessário adotar abordagens específicas para cada sexo na prevenção da doença.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar