Risco de trombose venosa profunda é maior no Inverno

Coágulos sanguíneos nas veias das pernas aumenta com o frio

18 setembro 2001
  |  Partilhar:

A probabilidade de formação de coágulos sanguíneos nas veias das pernas,um problema conhecido como trombose venosa profunda, é maior durante o Inverno, revela um novo estudo.
 

 

A influência do clima frio já foi bem documentada em situações como a embolia pulmonar, um distúrbio semelhante e fatal em que os coágulos entram nas veias pulmonares,
 

referem investigadores franceses num estudo publicado no British Medical Journal.
 

 

Os especialistas analisaram dados hospitalares de internamentos por trombose venosa profunda e embolia pulmonar, durante um período de quatro anos, e encontraram uma clara influência sazonal nos internamentos pelas duas patologias.
 

 

As hospitalizações por trombose foram 18 por cento menores do que a média no Verão, mas foram 18 por cento mais altas que a média no Inverno.
 

 

Na embolia pulmonar, as hospitalizações foram menores que a média no verão e subiram em até 26 por cento no Inverno, indicou o estudo.
 

 

A equipa de investigadores sugeriu que o estreitamento dos vasos sanguíneos induzido pelo frio e a redução da actividade física durante os meses de Inverno possa produzir uma redução no fluxo sanguíneo dos membros inferiores. Mas as infecções respiratórias no Inverno também podem afectar a coagulação sanguínea.
 

 

Os passageiros de voos de longo curso enfrentam um risco maior de trombose venosa, o que levou o distúrbio de trombose venosa profunda, ou "síndrome da classe económica" a receber a atenção da imprensa.
 

 

Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Reuters
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.