Risco de Enfarte do Miocárdio diminui 24 horas após deixar de fumar

Dados da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

30 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

Bastam 20 minutos sem fumar para que a Pressão Arterial desça, mas são precisas pelo menos 24 horas sem tabaco para que o risco de Enfarte do Miocárdio diminua, segundo dados fornecidos pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia.
 

 

Para sentir uma diminuição na tosse e no cansaço quem deixa de fumar tem de esperar entre um e nove meses e um pouco mais, cerca de 12 meses, para ver diminuir para metade o risco de contrair doença cardíaca. Mas só passados 10 a 15 anos é que o risco de ter doenças do coração fica igual ao de um não fumador.
 

 

Para reduzir para um terço o risco de Enfarte do Miocárdio e de morte é necessário passar um ano e esse risco só fica equivalente a um não fumador após três ou quatro anos. E para se alcançar uma diminuição de 50% do risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC) é necessário que passem cinco anos depois de abandonado o vício do tabaco.
 

 

Os dados referentes aos benefícios da cessação tabágica indicam ainda que só depois de 10 anos sem fumar é que se consegue diminuir o risco de Cancro do Pulmão, mas que, por mais tempo que passe, nunca fica igual ao de um não fumador.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.