Risco de cancro nos rins aumenta com obesidade

Estudo publicado no “British Journal of Urology International”

26 janeiro 2010
  |  Partilhar:

A obesidade aumenta exponencialmente o risco de desenvolver cancro nos rins, alerta um estudo publicado no “British Journal of Urology International”.

 

Investigadores do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, em Nova Iorque, EUA, analisaram 1.640 pacientes com tumores nos rins. Verificaram que 88% apresentavam tumores malignos, sendo que, desses, 61% tinham carcinoma de células claras, um dos mais fatais. Os restantes 12% apresentavam tumores benignos.

 

Quando avaliaram o peso dos pacientes, descobriram que existia uma associação significativa entre a obesidade e o cancro dos rins. Foi verificado que 38% dos pacientes com carcinoma renal tinham um Índice de Massa Corporal (IMC) superior a 30 (o que indica obesidade). Esta taxa subia para 42% nos casos de carcinoma de células claras. Mais: 67% dos pacientes obesos tinham tumores malignos, contra 57% dos não-obesos.

 

Em geral, referem os cientistas, as pessoas obesas corriam um risco 48% maior de desenvolverem cancro nos rins, e esse risco aumentava 4% para cada ponto extra no IMC.

 

No estudo, os investigadores afirmam não conhecerem as razões para esta ligação, mas acreditam que o aumento do risco de cancro nos rins pode estar relacionado com mudanças hormonais, redução da função do sistema imunitário, hipertensão ou diabetes nos pacientes obesos.

 

Do estudo foram excluídos os pacientes com cancro dos rins hereditário.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.