Rir é o melhor remédio

Estudo realizado por investigadora portuguesa

09 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo realizado por uma investigadora portuguesa, da Universidade do Algarve, demonstrou que o humor é uma ferramenta terapêutica que deveria ser usada nos cuidados de enfermagem, de forma a minimizar a angústia nos doentes internados.
 

 

O estudo, efectuado pela enfermeira Helena José, foi realizado durante um ano e meio e teve a colaboração de 19 enfermeiros do serviço de Cirurgia do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio.
 

 

Neste trabalho foram analisados documentos escritos e aplicada a 77 doentes e 19 enfermeiros a Escala Multidimensional do Sentido de Humor, para além da realização de entrevistas e períodos de observação.
 

 

Os enfermeiros utilizaram ainda outras estratégias para interagir com os doentes, tais como contar anedotas, ver filmes cómicos, etc.
 

 

O trabalho mostrou que o humor conseguiu diminuir os sentimentos negativos e, para além disso, facilitou a comunicação, o que tornou a relação entre doentes e enfermeiros mais informal, permitindo a expressão de sentimentos e aliviando a ansiedade.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 1
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.