Rinite alérgica pouco diagnosticada em adolescentes

Dados de um estudo da Sociedade Portuguesa de Alergologia

07 abril 2006
  |  Partilhar:

 

Só 18 por cento dos estudantes do ensino secundário e superior, entre os 15 e os 25 anos que sofrem de rinite alérgica tiveram a doença diagnosticada, sendo que a falta de tratamento dos sintomas pode interferir no seu desempenho escolar, alertou o presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), Mário Morais de Almeida.
 

 

Um estudo feito pela sociedade revelou que 40 por cento dos estudantes, dos quase 2500 questionados, sofrem de rinite alérgica. Apesar de a taxa de diagnóstico se situar nos 18 por cento, são 31 por cento os que afirmam ter tomado medicação para a rinite alérgica, o que demonstra uma toma de fármacos que pode não ter sido a mais indicada, disse o médico.
 

 

A SPAIC prevê semanalmente no seu site www.spaic.pt (no item Rede Portuguesa de Aerobiologia) os pólenes que mais circularão na atmosfera. O alergologista defende que, sabendo-se o pólen ao qual se é alérgico e consultando o boletim polínico semanalmente, pode "dirigir-se o tratamento de sintomas para o período quando é suposto ter mais surtos".
 

 

Fonte: Público
 

MNI- Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.