Revelado processo de armazenamento e recuperação de memórias visuais

Estudo publicado na revista “Science”

12 maio 2011
  |  Partilhar:

Investigadores da Universidade de Tóquio, no Japão, revelaram o processo de armazenamento e recuperação de memórias visuais e publicaram as suas descobertas na revista “Science”.

 

Os autores verificaram que os sinais de “feedforward” fluem através das camadas corticais do cérebro, onde se forma a memória visual e, ao inverso, quando a memória é recuperada mais tarde.

 

As memórias visuais a longo prazo são armazenadas no córtex temporal inferior dos primatas. Apesar de estudos anteriores terem analisado este processo em terminais de neurónios individuais, desconhecem-se as dinâmicas de rede em maior amplitude. Os investigadores, liderados por Daigo Takeuchi, investigaram a interacção funcional entre as diferentes camadas do córtex temporal inferior, mediante o controlo da actividade eléctrica nessa região do cérebro em macacos que estavam a realizar uma tarefa de memória de associação de pares.

 

O córtex tem múltiplas camadas horizontais, cada com uma organização diferente de tipos de células neuronais e conexões com outras regiões. Durante o período de estímulos, os sinais seguiram o mecanismo clássico. Durante o período posterior, quando as redes tinham que manter ou recuperar o estímulo, o fluxo de sinal ia no sentido inverso da camada granular interna para a camada granular externa.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.