Reumatismo atinge uma em cada mil crianças

Mas a realidade pode ser bastante pior...

01 julho 2004
  |  Partilhar:

Uma em cada mil crianças sofre de reumatismo em Portugal, de acordo com projecções baseadas em estudos internacionais. Porém, para o especialista Manuel Salgado, a situação é ainda mais frequente. O clínico que, no Hospital Pediátrico de Coimbra (HPC), é responsável pela única consulta da especialidade na Região Centro, diz que «há muitas crianças perdidas, seguidas por não especialistas, que têm pouco treino para lidar com as doenças». A doença reumática crónica mais frequente nas crianças é a artrite idiopática juvenil(AIJ), mas existe mais de uma centena de doenças que podem simular a AIJ, o que torna complexo o seu diagnóstico e tratamento. A AIJ poderá revelar-se em crianças com menos de um ano e até aos 16 anos, e nalgumas «é profundamente invalidante». Um terço desses doentes fica a sofrer da doença para o resto da vida. Febre, manchas na pele, dores e inflamações articulares são alguns dos sintomas dessas doenças.Segundo Melo Gomes, presidente da Associação Nacional de Doentes com Artrites e Reumatismos da Infância, os avanços ao nível de novos fármacos abrem novas perspectivas ao tratamento, mas muitos deles ficam extremamente caros para as famílias e para o Serviço Nacional de Saúde.Fonte: Jornal de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.