Retiradas células-estaminais de embrião morto

Cientista sérvio anuncia descoberta

24 setembro 2006
  |  Partilhar:

 

O cientista sérvio Miodrag Stojkovic, do Institute of Human Genetics da University of Newcastle, Reino Unido, e um dos pioneiros da Clonagem de embriões humanos, anunciou ter conseguido extrair de um embrião morto células-estaminais.
 

 

O cientista explicou que se tratam de embriões com oito a 16 células, cujo desenvolvimento parou e que normalmente são retirados do útero por estarem mortos. "Metade destes embriões deixaram de se desenvolver por razões desconhecidas, mas conseguimos tirar desses embriões as células-estaminais que são indiferenciadas", acrescentou o cientista à agência Beta.
 

 

Destas células, explicou, podem obter-se células nervosas, do fígado, da medula espinal e do tecido muscular. O objectivo das investigações do cientista é desenvolver tratamento para algumas doenças graves, nomeadamente Cardiovasculares e Diabetes. "Trata-se de uma grande contribuição para a ciência e para debate sobre a utilização de embriões excedentários para fins científicos e médicos. Os resultados demonstram que a resposta é positiva", considerou o especialista.
 

 

Fontes: Lusa e Agências Internacionais
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.