Resveratrol: possível novo tratamento para a diabetes?

Estudo publicado na “Diabetes”

15 março 2017
  |  Partilhar:
Um novo estudo sugere que o resveratrol poderia ter o potencial de tratar a diabetes.
 
Estudos anteriores demonstraram que o tratamento de pacientes obesos com resveratrol, um poderoso antioxidante produzido por certas plantas que protege do stress ambiental, era eficaz na redução dos níveis de açúcar no sangue. No entanto a quantidade desse oxidante no sangue é muito baixa.
 
O estudo conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Jason Dyck, professor de pediatria na Universidade de Alberta, Canadá, analisou o impacto do resveratrol na comunidade bacteriana (microbioma) dos intestinos de ratinhos.
 
A equipa alimentou os ratinhos obesos com resveratrol durante seis semanas e observou que o antioxidante tinha alterado a constituição bacteriana dos intestinos dos roedores, aumentando a tolerância dos mesmos à glicose.
 
Num segundo ensaio, os investigadores alimentaram ratinhos saudável com resveratrol durante oito semanas. A equipa recolheu matéria fecal desses ratinhos e transplantou-a em ratinhos obesos com resistência à insulina. Os resultados dos transplantes foram mais significativos e rápidos do que administrar resveratrol oralmente aos ratinhos. 
 
Segundo Jason Dyck, “o que quer que esteja na matéria fecal foi mais potente e eficiente do que o próprio resveratrol”. Os níveis de açúcar no sangue dos ratinhos obesos pré-diabéticos que tinham recebido os transplantes tinham quase voltado ao normal duas semanas depois. 
 
O investigador considera que as alterações substanciais são com efeito o resultado de um metabólito desconhecido presente na matéria fecal. “Estamos a tentar isolar este composto desconhecido, com a esperança de o utilizarmos como tratamento potencial para a homeostasia deficiente da glicose na obesidade”. 
 
A equipa está bastante entusiasmada com esta descoberta e considera que a mesma poderá conduzir a novos tratamentos para os pacientes com diabetes no futuro, ressalvando ainda que o seu trabalho está longe de estar terminado. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.