Restaurante de luxo e cozinha com lixo

Operação-surpresa da IGAE revela que muitos alimentos estão impróprios para consumo

21 julho 2002
  |  Partilhar:

A apoiar um restaurante de luxo está muitas vezes uma cozinha com lixo, revelou uma equipa da Inspecção-Geral das Actividades Económicas (IGAE) após uma operação surpresa em estabelecimentos hoteleiros da Torreira, Murtosa, acompanhada hoje pela Lusa.
 

 

"Há restaurantes de muitas estrelas com cozinhas em mísero estado", disse o chefe da equipa, o inspector Fernando Isidoro, no final de uma manhã por entre tachos e pratos a pedir reforma, cozinhas com condições higiénicas entre o aceitável e o sofrível e alimentos condenados pelos próprios inspectores a acabar num caixote de lixo.
 

 

A operação na Torreira enquadrou-se num plano nacional, a desenvolver ao longo deste Verão, para vistoria aleatória de estabelecimentos em localidades mais procuradas por turistas, sobretudo zonas balneares e termais.
 

 

Esta actividade do IGAE, que envolve 200 inspectores em todo o país, incide fundamentalmente nas condições higiénicas e sanitárias das cozinhas, qualidade e segurança dos alimentos servidos na restauração, condições de operacionalidade dos equipamentos e afixação de preços de bens e serviços.
 

 

Leia tudo na edição de sábado do Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.