Reserva da vacina da gripe A em análise

Declarações da ministra da Saúde

03 junho 2009
  |  Partilhar:

Portugal só irá tomar uma decisão sobre a possível pré-reserva de vacinas contra a gripe A após ter a opinião dos peritos de todas as áreas profissionais, declarou a ministra da Saúde, Ana Jorge.

 

À agência Lusa, Ana Jorge afirmou que "a equipa que está a coordenar todo este processo vai ouvir peritos de todas as áreas profissionais" e "em breve" o governo irá tomar uma decisão. Por outro lado, como ainda não foi criada a vacina contra a gripe A, é prematuro efectuar a sua pré-reserva, apesar de haver países que o fizeram, "mas sem saberem se vai haver vacina ou não".

 

A ministra acrescentou que “não faz sentido, neste momento, efectuar o mesmo tipo de controlo que foi feito inicialmente nos aeroportos nacionais”, com a "ida de equipas de saúde dentro dos aviões". No entanto, irá continuar a ser prestada nos aeroportos informação sobre a gripe A a todas as pessoas que entrarem em território nacional, sobretudo aos viajantes oriundos de zonas mais afectadas.

 

Ana Jorge alertou também para o facto de que "sempre que haja sintomas" a pessoa deverá telefonar em primeiro lugar para a Linha Saúde 24. Está irá "encaminhar" o paciente para o serviço de Saúde mais adequado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.