Remédios pouco vendidos vão sair do mercado

Alteração do tamanho das embalagens obriga novas medidas

29 janeiro 2002
  |  Partilhar:

O redimensionamento das embalagens de medicamentos vai obrigar remédios pouco vendidos a sair do mercado, alterar as indicações de outros e aumentar os custos de produção, já que Portugal terá embalagens diferentes dos restantes países da UE. A indústria nacional deverá ser alvo de uma análise caso a caso pela tutela.
 

 

A adaptação do tamanho das embalagens dos medicamentos ao tipo e duração do tratamento - doença aguda ou prolongada - vai penalizar fortemente a indústria farmacêutica, dizem fontes do sector.
 

 

Apesar da alteração da dimensão não ser obrigatória por lei, a medida é na prática praticamente compulsiva. A não modificação da apresentação de determinado medicamento implicará a perda de comparticipação do Estado, de acordo com uma portaria conjunta dos ministérios da Economia e da Saúde.
 

 

Ver mais em: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.