Relatório dos direitos humanos denuncia problemas nas prisões
06 março 2002
  |  Partilhar:

O Departamento de Estado norte-americano voltou ontem a denunciar alegadas violações dos Direitos Humanos em Portugal através do seu relatório anual. Agressões a detidos pelas forças de segurança, condições deficientes nas prisões, tempo excessivo de prisão preventiva e violência contra as mulheres são as principais violações em Portugal.
 

 

Apesar das críticas, o relatório relativo a 2001 ressalva que o Governo português "respeita os direitos humanos dos seus cidadãos". Ainda assim, destaca a morosidade da justiça, que leva a que os arguidos fiquem demasiado tempo em prisão preventiva, o que motivou, em 2001, greves de fome em diversos estabelecimentos prisionais.
 

 

Sobrelotação, consumo de droga, prevalência de doenças como a sida, a tuberculose e a hepatite B e C, para além do problema originado pelo afluxo de estrangeiros indocumentados, oriundos da Europa de Leste, são alguns dos problemas mais evidentes em Portugal. Neste domínio, salienta ainda o tráfico de portuguesas para a prática de prostituição em Espanha, bem como de brasileiras e cidadãs da África lusófona para Portugal. O trabalho infantil, especialmente nos sectores têxtil e do calçado, merece igualmente uma menção neste relatório.
 

 

Fonte:Diário de Notícias
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.