Relatório “Centros de Saúde e Hospitais - Recursos e Produção do SNS”

Dados publicados pela DGS

06 janeiro 2009
  |  Partilhar:

Em 2007, nos 346 centros de saúde do país existiam apenas 14 ginecologistas-obstetras, oito estomatologistas, sete dentistas e o mesmo número de otorrinolaringologistas e psiquiatras, revela um relatório da Direcção-Geral de Saúde (DGS), citado pela agência Lusa.
 

 

O relatório “Centros de Saúde e Hospitais - Recursos e Produção do Serviço Nacional de Saúde (SNS) 2007”, publicado em 31 de Dezembro de 2008 no sítio da Direcção-Geral de Saúde, refere que houve um decréscimo no número de médicos em serviço nos centros de saúde: de 7 096, em 2006, para 7 033, em 2007.
 

 

Essa diminuição de médicos reflectiu-se nas especialidades disponíveis nos centros de saúde. Em 2006 havia 20 dentistas, número que baixou para sete no ano a seguir. O mesmo aconteceu com os ginecologistas-obstetras, que eram 20, em 2006, e passaram a 14, em 2007.
 

 

A pediatria foi outra especialidade que registou uma diminuição, tendo num ano baixado de 56 para 43, adianta o relatório da DGS, que indica ainda a existência de apenas 22 oftalmologistas e 21 pneumologistas nos centros de saúde do país.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.