Relação entre consumo de batata frita na infância e cancro da mama

Dados de um estudo da Harvard Medical School

02 outubro 2005
  |  Partilhar:

Crianças que comem batata frita com frequência têm 27% mais probabilidades de contrair cancro da mama quando adultas, afirma um estudo norte-americano. A "idade de risco" no consumo do alimento, referente só ao sexo feminino, vai dos três aos cinco anos. De acordo com a líder da investigação Karin Michels, da Harvard Medical School, “cada vez mais se encontram provas de que a alimentação nos primeiros anos de vida tem um papel fundamental para o desenvolvimento de doenças”. Para a especialista, as informações descobertas mostram que, nas mulheres, o cancro da mama pode ter origem na infância. Os hábitos alimentares nessa fase, portanto, seriam essenciais para prevenir o desenvolvimento do cancro da mama na fase adulta. Para realizar o estudo, a equipa liderada por Michels entrevistou 582 pacientes que tinham cancro da mama, além de 1.569 mulheres sem a doença. Entre outros itens analisados, os cientistas consideraram entrevistas com as mães dessas mulheres, para saber os seus hábitos de infância. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.