Regeneração do rim: novas estratégias?

Estudo publicado na revista “Genes & Development”

16 abril 2014
  |  Partilhar:

Um terço dos casos do tumor de Wilms ou nefroblastoma, um tipo de cancro pediátrico que afeta o rim, estão associados a um gene denominado por Lin28. O estudo publicado na revista “Genes & Development” defende que o bloqueio ou a inativação deste gene poderá ser considerada uma abordagem terapêutica promissora para as crianças que sofrem desta doença.
 

O estudo refere que, quando analisados ao microscópio, estes tumores assemelham-se a rins embrionários imaturos, o que sugere que estes se formam durante o desenvolvimento deste órgão. Por outro lado, o gene Lin28 está intimamente associado ao desenvolvimento dos órgãos e tecidos em vários organismos, encontrando-se ativos no rim, no início do seu desenvolvimento.
 

Assim, de forma a verificar se este gene poderia estar associado ao desenvolvimento do tumor de Wilms, os investigadores do Hospital Pediátrico de Boston, nos EUA, mediram a expressão deste gene em amostras tumorais provenientes de 105 pacientes. Foi verificado que um terço dos tumores apresentava elevados níveis de atividade do gene Lin28.
 

Os investigadores referem ter encontrado uma associação específica entre o gene Lin28 e os tumores de Wilms de elevado risco. “Estes tumores resistem frequentemente à terapia, contudo estes não podem ser identificados antes do tratamento. Desta forma, o Lin28 pode funcionar como biomarcador para este tipo de tumores resistentes ao tratamento”, referiu, em comunicado de imprensa, George Q. Daley.
 

Os investigadores desenvolveram também uma estirpe de ratinhos que expressavam o gene Lin28 nos rins. Foi verificado que os rins destes animais estavam anormalmente aumentados e continuavam a crescer desde que o gene estivesse ativo.
 

De acordo com os investigadores, estes resultados sugerem que quando o Lin28 está ativo durante demasiado tempo, não permitindo que os rins completem, na totalidade, o seu programa de desenvolvimento. Isto poderá assim explicar a semelhança dos tumores de Wilms com os tecidos renais embrionários.
 

O estudo apurou ainda que os efeitos do Lin28 no desenvolvimento dos tumores poderiam ser revertidos através da expressão forçada de um gene supressor do tumor, o Let-7. Estes resultados sugerem que o gene Lin28 poderá ser alvo terapêutico prometedor dos tumores de Wilms.
 

Os investigadores referem também que estes achados sobre as origens do cancro do rim têm implicações na promoção do crescimento e na regeneração renal. De facto foi verificado que um breve pulso de expressão do gene Lin28 no modelo animal aumentou o número de nefrónios, unidades funcionais dos rins, em ratinhos recém-nascidos. Análises futuras ao Lin28 poderão fornecer um conhecimento mais profundo sobre formação dos nefrónios, o que poderá permitir a restauração do número normal de nefrónios e a sua regeneração nos rins adultos danificados.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.