Refugiados ambientais

Afectados por alterações climáticas exigem estatuto na Austrália

04 maio 2004
  |  Partilhar:

Representantes de associações ecologistas de países insulares do Pacífico sul ameaçados pela subida do nível do mar exigiram esta semana na Austrália o reconhecimento do estatuto de «refugiado ambiental» às vítimas do aquecimento global.Os activistas, actualmente em visita à Austrália, sublinharam que as alterações climáticas são responsáveis pela subida do nível do oceano e do aumento da frequência de certos fenómenos, como os ciclones, que um dia - dizem - tornarão inabitáveis as ilhas do Pacífico.Fiu Mataese Elisara-Laulu, natural de Samoa, considerou que a Austrália, na sua qualidade de maior produtor regional de gases com efeito de estufa, responsáveis pelo aquecimento do clima do planeta, tem uma responsabilidade particular nos danos causados ao ambiente. «Podemos legitimamente ser considerados refugiados do ambiente se nada for feito contra este fenómeno», declarou à rádio ABC.O governo conservador do primeiro-ministro australiano, John Howard, juntou-se aos Estados Unidos em 2002 ao recusar assinar o Protocolo de Quioto sobre o controlo das emissões de gases com efeito de estufa.Investigadores do governo australiano publicaram recentemente um relatório no qual alertavam para um aumento alarmante das emissões de gases com efeito de estufa desde 2002, imputável quase totalmente ao consumo de combustíveis.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.