Refeições caseiras podem diminuir risco de diabetes tipo 2

Estudo da Universidade de Harvard

11 novembro 2015
  |  Partilhar:

Um maior consumo de refeições preparadas em casa pode reduzir o risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2, de acordo com um estudo apresentado nas Sessões Científicas de 2015 da associação Americana do Coração.
 

Na opinião dos investigadores da Universidade de Harvard, nos EUA, estes resultados podem ser explicados pelo facto de o consumo de mais refeições caseiras poder reduzir o aumento do peso ao longo do tempo e consequentemente a diabetes tipo 2.
 

Estudos anteriores já tinham constatado que o consumo de refeições fora de casa conduzia a um consumo significativamente maior de calorias e sal, o que pode levar a um aumento de peso e elevados níveis de pressão arterial, fatores de risco conhecidos da diabetes e doença cardíaca.
 

Neste estudo os investigadores decidiram analisar os dados de cerca de 58.000 mulheres e de mais de 41.000 homens, que foram acompanhados durante cerca de 36 anos (1986-2012). No início do estudo, nenhum dos participantes tinha diabetes, doenças cardiovasculares ou cancro.
 

Os investigadores constataram que indivíduos que comiam, por dia, duas refeições feitas em casa (almoço ou jantar), ou cerca de 14 refeições por semana, apresentavam um risco 13% menor de desenvolver diabetes tipo 2, comparativamente com aqueles que ingerem menos de seis deste tipo de refeições por semana.
 

“A tendência para consumir refeições preparadas em restaurantes tem vindo a aumentar nos EUA, ao longo dos últimos 50 anos. Ao mesmo tempo, as taxas de diabetes tipo 2 têm também aumentado”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Geng Zong.
 

Vários estudos têm sugerido que consumir refeições fora de casa, especialmente em restaurantes fast-food, está associado a uma menor qualidade da dieta e maior peso corporal nas crianças e jovens adultos. Neste estudo, os investigadores demonstraram que o consumo de refeições caseiras estava associado a um menor aumento de peso em indivíduos de meia-idade e idosos, ao longo de oito anos.
 

Apesar de o estudo não fornecer um número específico de refeições caseiras que as pessoas deveriam consumir por semana, na opinião de Geng Zong quantas mais melhor.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.