Redução dos níveis de poluição atmosférica e aumento da esperança de vida

Estudo publicado no “New England Journal of Medicine”

28 janeiro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo publicado no “New England Journal of Medicine” refere que a redução da poluição atmosférica nas últimas décadas nos EUA pode ser uma das principais responsáveis pelo aumento significativo da esperança de vida dos norte-americanos.
 

 

O estudo liderado por Arden Pope, epidemiologista da Brigham Young University, no Utah, refere que se trata da primeira prova empírica directa de que as reduções a longo-prazo na poluição do ar contribuem para aumentos significativos na esperança de vida.
 

 

As análises foram efectuadas nas décadas de 80 e 90 em 51 cidades norte-americanas.
 

 

Os cientistas verificaram que cada redução de 10 microgramas de metros cúbicos nos níveis de poluição originava um aumento na esperança de vida superior a sete meses. A equipa estima que até 15% do aumento da esperança de vida nos EUA seja causado pela redução dos níveis de poluição.
 

 

No trabalho foram consideradas as variáveis sócio-económicas e demográficas e outros indicadores, como os hábitos tabágicos.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.