Redução de cirurgias ao Cancro da Próstata é possível

Cientistas portugueses desenvolvem novo teste de despistagem

09 agosto 2006
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores portugueses desenvolveu um novo teste para detectar o Cancro da Próstata, que deverá reduzir drasticamente o número de cirurgias, por vezes responsáveis por problemas como Impotência Sexual ou Incontinência Urinária. "Apenas um em cada quinze doentes operados tem necessidade real de cirurgia", assegurou Carlos Lopes, um dos investigadores da equipa do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto que está a desenvolver um novo teste, em parceria com a universidade norte-americana Jonhs Hopkings, em Baltimore. O novo teste estuda alterações em moléculas de ADN que estão presentes nas células, bastando uma recolha de urina ou sangue para fazer o exame, explicou o investigador. De acordo com este especialista, apenas os doentes com tumores mais agressivos têm necessidade de ser operados, podendo os restantes serem tratados com terapias alternativas e até nem necessitarem de nenhum tratamento. A inexistência de um prognóstico capaz de prever com eficácia a evolução do cancro levou a que a equipa do IPO do Porto começasse a desenvolver um exame capaz de "detectar os casos que são agressivos e que precisam de cirurgia". Fonte: Diário de Notícias MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.