Redução das listas espera para cirurgias longe de alcançar objectivos

Dados do SIGIC

03 dezembro 2006
  |  Partilhar:

 

O número de portugueses em lista de espera para uma cirurgia ultrapassou os 227 mil em Outubro, o que representa uma redução de apenas 12 mil utentes em relação ao ano passado, segundo a edição de sexta-feira do Jornal de Notícias.
 

 

De acordo com o JN, que cita dados do Sistema Integrado de Gestão de Inscritos para Cirurgia (SIGIC), os números indicam que o programa criado pelo Governo para reduzir o tempo médio de espera para uma cirurgia está longe de alcançar os objectivos.
 

 

"Os indicadores elaborados pelo SIGIC não revelam muitas alterações nos últimos 12 meses em todas as regiões" do país, afirma o diário.
 

 

O SIGIC foi criado há dois anos com o principal objectivo de diminuir o tempo médio de espera para valores clinicamente aceitáveis.
 

 

Segundo o Jornal de Notícias, "são 227.143 os portugueses inscritos nas listas de espera para cirurgia. Num ano - de Outubro de 2005 a Outubro de 2006 - esse número teve uma redução de 12.138 pessoas". Quanto a tempo médio de espera, o jornal indica que "mais de metade (56,03%) dos utentes do Serviço Nacional de Saúde continua a aguardar mais de seis meses pela intervenção cirúrgica".
 

 

O diário escreve ainda que dados do SIGIC relativos a 15 de Outubro passado indicam que o "tempo médio de espera para uma cirurgia é de 7,10 meses, um valor idêntico ao que se verificava há um ano".
 

 

Fontes: Jornal de Notícias e Lusa
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.