Rede de investigação para o cancro

Ideia lançada pelo diretor do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular

24 abril 2012
  |  Partilhar:

A criação de uma rede multidisciplinar que coordene as várias instituições portuguesas dedicadas à investigação e ao tratamento do cancro, foi uma ideia lançada pelo diretor do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (Ipatimup), dá conta a notícia avançada pelo jornal Público.

 

Em declarações ao jornal Público, Sobrinho Simões referiu que a criação desta rede poderia colmatar a falta de um cento oncológico nacional. Esta rede funcionaria “com o pressuposto de integração das diferentes disciplinas que investigam e trabalham na área do cancro: clínicos, investigadores e patologistas”.

 

Assim, o objetivo é criar um centro que coordene e potencie o trabalho em rede evitando a perda de esforços. A investigadora do Ipatimup, Leonor David, será a coordenadora desta iniciativa, a qual vai contar, nomeadamente, com o Hospital Santa Maria, em Lisboa, da Fundação Champalimaud e do IPO do Porto e de Lisboa.

 

“O ideal seria arranjar dois ou três projetos práticos para testar a colaboração. O que se espera é que, por exemplo, o IPO traga mais doentes e o Ipatimup mais investigação para um pote comum”, revelou, ao jornal Público, Sobrinho Simões.

 

De acordo com o diretor do IPO do Porto, Laranja Pontes, o princípio fundamental da criação desta rede é a inclusão e a interdisciplinaridade na investigação e tratamento do cancro. “Aquilo que o professor Sobrinho Simões descobre em termos de marcadores tumorais, por exemplo, é muito importante cruzado com a história clínica dos doentes. Essa informação organizada é que é o acervo para o futuro.”

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.