Rede de Cuidados Continuados em Portugal

Relatório revela perfil do utente

24 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

Dados do relatório de monitorização da experiência da rede de cuidados continuados revela que o perfil do utente é o seguinte: homem ou mulher com 67 anos, com diagnóstico de tumor maligno na traqueia, brônquios, pulmão ou cólon, com estadia média de 37 dias e alta hospitalar por óbito.
 

 

Segundo dados recentemente publicados, mais de 80% dos utentes admitidos na rede tinha mais de 65 anos, sendo que a faixa etária entre os 80 e os 84 anos representou 20% do total. Apenas 16% dos utentes tinha menos de 65 anos, de acordo com o relatório divulgado este mês.
 

 

Só 71% do total das camas da rede de cuidados continuados foi ocupado, restando assim quase 30% por preencher entre Novembro de 2006 e Abril deste ano. Nas unidades de convalescença, o perfil do utente é de uma pessoa com 74 anos, com diagnóstico de doença cerebral e com estadia mínima de 33 dias.
 

 

Nos casos de média duração e reabilitação, a estadia mínima é de 72 dias, sendo também o AVC o maior responsável pela presença de doentes. Nas unidades de longa duração e manutenção, o principal motivo de internamento mantém-se, mas a estadia média passa a ser de 135 dias.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.