Recomendada IRM em casos de risco de Cancro da Mama

Conselho difundido pela American Cancer Society

29 abril 2007
  |  Partilhar:

 

A organização norte-americana de luta contra o cancro, a American Cancer Society, recomendou às mulheres com grande risco de contrair Cancro da Mama a realização de exames regulares de Imagiologia por Ressonância Magnética (IRM).
 

 

A recomendação baseia-se nos resultados de um estudo internacional - financiado pelo Instituto Nacional do Cancro dos EUA e publicado no “New England Journal of Medicine” - segundo os quais a IRM pode detectar tumores invisíveis nas mamografias tradicionais.
 

 

Os autores do estudo submeteram a IRM 968 mulheres previamente diagnosticadas com cancro numa mama nos EUA e na Alemanha, em relação às quais nada fora detectado por mamografias na outra mama. Em 30 destes casos, a IRM revelou a presença de um tumor na mama aparentemente normal.
 

 

Além da generalização da IRM na segunda mama em caso de cancro na outra, a American Cancer Society recomenda um exame anual por IRM complementar da mamografia às mulheres com grande risco de desenvolver a doença.
 

 

A IRM é um exame de grande sensibilidade, mas menos específico do que a mamografia. Por isso, por poder revelar anomalias não cancerosas que obrigam a fazer biopsias ou outros exames delicados, criando ansiedade inútil na maioria dos casos, não se recomenda às mulheres com risco médio e baixo.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI- Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.