Receitas médicas vão indicar quanto se poupa com medicamentos alternativos

Medida do Ministério da Saúde

26 maio 2010
  |  Partilhar:

As receitas médicas vão passar a incluir medicamentos alternativos mais baratos do que os prescritos, o que significa uma redução das despesas do Estado e também das do cidadão, anunciou, em conferência de imprensa, Óscar Gaspar, secretário de Estado da Saúde.

 

De acordo com os dados citados pela agência Lusa, a nova receita poderá começar a ser prescrita a partir de Junho. A medida insere-se num plano mais vasto do Ministério da Saúde para “reduzir a despesa corrente”, explicou o responsável, durante a conferência denominada “Plano de Estabilidade e Crescimento - Que significado para a Saúde”, organizada pela Apegsaúde - Associação Portuguesa de Engenharia e Gestão de Saúde.

 

“Agora passa a estar lá escrito quanto era o ganho efectivo com o medicamento menos caro, o que também permite ao cidadão perguntar se de facto não podia gastar menos com a sua medicação”, reforçou Óscar Gaspar.

 

O secretário de Estado realçou ainda que “na receita vai aparecer uma linha a dizer que quem pretender mais informação sobre o preço dos medicamentos pode fazê-lo no site do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde) ou junto do seu médico”.

 

Óscar Gaspar deu ainda conta de uma “redução do preço da sinvastatina (destinada a baixar os níveis de colesterol) e do omeprazol (contra a acidez gástrica), duas das substâncias mais comercializadas em termos de medicamentos genéricos”. O preço das tiras para o controlo da glicemia nos diabéticos também vai ser reduzido.

 

Citado pela agência Lusa, o presidente da Associação Nacional de Farmácias (ANF), João Cordeiro, considerou "hilariante" que as receitas passem a discriminar o valor que o utente pouparia se lhe tivesse sido prescrito um medicamento mais barato e acusou o Governo de fomentar "conflitos" entre médicos e doentes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.