Realizado primeiro Transplante de células do cordão umbilical criopreservadas em Portugal

Intervenção efectuada no IPO do Porto

20 junho 2007
  |  Partilhar:

O primeiro Transplante de células estaminais do sangue do cordão umbilical criopreservadas num banco privado português realizou-se em Fevereiro e permitiu salvar a vida de uma criança de 14 meses, segundo anunciou a empresa Crioestaminal.A intervenção foi realizada a 19 de Fevereiro no Instituto Português de Oncologia do Porto, mas só agora foi divulgada publicamente, depois de estar comprovado o sucesso do Transplante. A criança encontra-se a recuperar bem em casa, deslocando-se apenas ao IPO/Porto para exames de controlo. “Os pais tinham guardado sangue do irmão desta criança na Crioestaminal, a quem o IPO/Porto recorreu quando lhe foi diagnosticada Imunodeficiência Combinada Severa”, disse à Lusa fonte da empresa. O diagnóstico da criança, residente em Coimbra, revelou uma redução significativa e quase ausência de linfócitos T CD8, o que poderia conduzir à sua morte. Este foi o primeiro Transplante com células estaminais do sangue do cordão umbilical que estavam criopreservadas numa empresa privada portuguesa. O sangue do cordão umbilical já foi utilizado em mais de sete mil transplantes em todo o mundo para o tratamento de diversas doenças hemato-oncológicas, mas, em Portugal, apenas tinha sido utilizado até agora sangue armazenado em bancos públicos internacionais. Fonte: Lusa MNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.