Reacção alérgica à anestesia foi causa de morte no Hospital de Beja

Directora clínica exclui negligência médica

11 abril 2004
  |  Partilhar:

Um doente de 70 anos morreu em Janeiro deste ano no Hospital de Beja, antes de ser submetido a uma cirurgia, devido a uma reacção alérgica extrema à anestesia, disse na sexta-feira passada à Agência Lusa fonte hospitalar.Em declarações à Agencia Lusa, a directora clínica do Hospital José Joaquim Fernandes, SA, de Beja, Adelaide Belo, garantiu que o inquérito interno instaurado «excluiu a possibilidade de negligência médica» e que o «caso foi encerrado».«O homem ia ser operado a uma patologia, que não era pequena cirurgia, e durante a indução anestésica, que é feita com mais do que uma droga, fez um choque anafiláctico e faleceu, apesar das manobras de reanimação», explicou. O inquérito interno hospitalar foi instaurado «porque não é muito normal um doente falecer nestas circunstâncias e quisemos apurar o que teria acontecido e não há duvidas que foi um choque anafiláctico», adiantou.Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.