Rastreios e consultas realizados em ópticas podem ser perigosos

Alerta da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia

20 setembro 2011
  |  Partilhar:

A presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia (SPO) alertou para os riscos da realização de rastreios e consultas em ópticas, lembrando que os profissionais que trabalham nas lojas não são médicos nem estão habilitados para realizarem prescrições.

 

“Para evitar confusões, os oftalmologistas que receitam não podem vender e quem vende não pode receitar. Se baralharmos esta equação o resultado pode ser muito mau”, simplificou a presidente da SPO, Manuela Carmona, em declarações à agência Lusa.

 

Às consultas de Manuela Carmona já chegaram “mães muito alarmadas” porque tinham sido informadas nas ópticas de que os filhos viam mal. Mas, depois de feitos os exames necessários, “verificou-se que afinal nem precisavam de óculos”, concluiu a especialista.

 

Para a presidente da SPO não há dúvidas: “Quem deve tratar da saúde visual são os médicos oftalmologistas”. Na semana passada, o jornal I noticiou que há ópticas que realizam “rastreios falsos” em escolas tendo já provocado problemas de visão às crianças por erro na avaliação.

 

Segundo o director do serviço de oftalmologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, as crianças são observadas em carrinhas, sendo que “muitas nem têm especialistas".

 

A “Multiópticas” é uma das empresas envolvidas no escândalo. Contactado pela Lusa, o diretor geral desta cadeia, Rui Borges, garante que a “única carrinha que têm a circular no país tem o melhor equipamento que existe e os rastreios são feitos apenas por optometristas licenciados”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

Esta notícia é uma anedota!

Em primeiro lugar, os profissionais de óptica estão habilitados a receitar meios de correcção, como lentes de contacto ou óculos, não podendo apenas diagnosticar patologias ou receitar medicamentos. Esta informação é de conhecimento geral e tenho pena que a Sociedade Portuguesa de Oftalmologistas não a conheça! Demonstra muita ignorância da parte deles.
Que existem profissionais e lojas pouco honestos? Sim, infelizmente existem e deviam ser erradicados do mercado! Porém também os oftalmologistas têm muitos representantes nesta área! Basta ouvir falar dos inúmeros casos de oftalmologistas que recomendam os seus pacientes durante as consultas nos hospitais a deslocarem-se aos seus consultórios particulares!
Conheço casos em que os pacientes se o fizerem conseguem as suas intervenções no Hospital público rapidamente enquanto que os outros têm que esperar meses ou anos! Existem ainda casos de oftalmologistas que têm parentes com ópticas ao lado do consultório e aconselham vivamente os seus clientes a irem a essa óptica onde os clientes pagam o dobro pelos seus óculos ou lentes!
Portanto, Srª Manuela Carmona! Deveria informar-se antes de enviar noticias destas cá para fora pois corre o risco de falhar o diagnóstico!!!

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.