Rastreio de tuberculose em escola de Bragança

Dois casos de doença motivam despistagem

04 janeiro 2006
  |  Partilhar:

Os cerca de 800 alunos, professores e funcionários da escola Paulo Quintela de Bragança estão a ser alvo desde terça-feira de um rastreio à tuberculose depois de detectados dois casos da doença no estabelecimento. Segundo disse à Lusa o presidente do conselho executivo da EB 2/3 Paulo Quintela, Germano Lima, o primeiro caso confirmado diz respeito a um docente e ocorreu na última semana de aulas antes das férias do Natal. De acordo ainda com o responsável, o segundo caso foi confirmado já na primeira semana de pausa lectiva e atinge uma auxiliar de educação. Depois da suspensão das aulas para a pausa de Natal, a escola, em colaboração com o centro de saúde, inicio o rastreio de toda a comunidade escolar, composta por 630 alunos e 130 funcionários, incluindo professores. Fonte: Lusa MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.