Raparigas procuram mais «Sexualidade em Linha»

Mais de 100 mil chamadas por ano

25 abril 2004
  |  Partilhar:

Dois em cada três jovens que procuram a linha telefónica de atendimento sobre sexualidade são raparigas que colocam questões sobre o desenvolvimento corporal, a relação sexual e os métodos contraceptivos, disse à Lusa a coordenadora do serviço, Ana Simões. Criado em 1998, o serviço «Sexualidade em Linha», da Associação do Planeamento Familiar, já atendeu milhares de jovens portugueses com idades compreendidas entre os 16 e os 21 anos. Só em 2002, de acordo com Ana Simões, o serviço recebeu cerca de 100 mil chamadas de todo o país, incluindo das regiões autónomas. Através da linha 808 22 20 22, os adolescentes procuram respostas para muitas dúvidas relacionadas com a sexualidade. Os jovens, explicou Ana Simões, questionam-se quer sobre as alterações no seu corpo, quer sobre os métodos de contracepção que podem usar, como os adquirir e até mesmo como se desenvolve o acto sexual. Todo este trabalho desenvolvido pelo serviço será explicado sábado, na Cooperativa de Ensino Superior Egas Moniz, no Monte da Caparica, durante uma conferência sobre a sexualidade na adolescênciaFonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.