Radiações : OMS desconhece se os telemóveis têm efeitos negativos na saúde
24 janeiro 2002
  |  Partilhar:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reafirmou a inexistência de informação suficiente que permita determinar se os telemóveis ou as antenas difusoras de sinal têm consequências negativas para a saúde.
 

 

"Nenhuma investigação recente demonstrou que a exposição aos campos de radiofrequência dos telemóveis ou das suas estações base cause algum efeito adverso à saúde", refere um comunicado da OMS.
 

 

Um porta-voz da organização, Gregory Hartl, explicou que vários meios de comunicação indicaram nos últimos dias que a OMS reconhece que os campos electromagnéticos poderão causar cancro, o que, por enquanto, não é possível determinar.
 

 

As informações foram publicadas após o aparecimento de quatro casos de cancro entre os alunos de um colégio de Valladolid (Espanha), que foram atribuídos aos campos electromagnéticos emitidos por várias antenas emissoras de sinal de telemóvel instaladas num edifício próximo.
 

 

No entanto, a OMS afirmou hoje que existem ainda vazios no conhecimento dos possíveis efeitos negativos para a saúde dos ditos campos, já que as investigações a este respeito ainda não terminaram e os seus resultados não serão conhecidos antes do próximo ano.
 

 

A Agência Internacional para a Investigação do Cancro, dependente da Organização Mundial da Saúde, considerou em Junho de 2001 que os campos magnéticos de baixa frequência (entre 50 e 60 hertz) são uma possível causa de cancro.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.