Radiações eletromagnéticas: abaixo dos limites

Estudo do Instituto Superior Técnico

31 julho 2013
  |  Partilhar:
Nunca foram detetados níveis de radiações eletromagnéticas de telecomunicações acima dos recomendados nos mais de três mil locais em todo o país onde foram feitas medições, de acordo com o Instituto Superior Técnico (IST).
 
"Felizmente, em todos os locais que já medimos nunca encontrámos nenhum em que os valores das radiações eletromagnéticas sejam acima dos máximos recomendados, acho que isso nos deixa a todos muito descansados", revelou à agência Lusa Luís Correia do INOV-INESC (Instituto Nacional de Engenharia de Sistemas e Computadores) e professor do IST.
 
Por outro lado, "95% das medidas estão 100 vezes abaixo desses limites, o que significa que, de facto, na esmagadora maioria dos casos as pessoas estão expostas a valores muito baixos e não há motivos para preocupação", realçou.
 
Atualmente, o INOV-INESC recebe um ou dois pedidos mensais para medir radiações magnéticas e até agora os seus técnicos já analisaram cerca de três mil pontos em todo o país. Muitas das solicitações, principalmente de entidades privadas, acabam por ser reencaminhadas para a ANACOM, a entidade reguladora da área das telecomunicações, com competências nessa área.
 
"Muitos dos pedidos, recebemos de pais, de pessoas que estão preocupadas com antenas que existem perto das escolas frequentadas pelos seus filhos e desejam que façamos medidas" nos prédios ou nas ruas, explicou Luís Correia. 
 
Mas as câmaras municipais e as juntas de freguesia também enviam solicitações de análises de radiações, em especial na área da Grande Lisboa. Acerca dos receios transmitidos no contacto com o INOV-INESC, o especialista disse que "normalmente as pessoas não transmitem uma preocupação direta em relação a qualquer doença" e o objetivo é saber quais os limites das radiações eletromagnéticas nos locais "para saberem se apresentam um risco elevado ou não".
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.