Quinze prolongam interdição temporária de farinhas de carne e ossos
19 junho 2001
  |  Partilhar:

A União Europeia decidiu ontem prolongar além de 30 de Junho a proibição temporária das farinhas de carne e osso na alimentação animal, sem estabelecer uma data limite para o final da interdição.
 

 

Alemanha, Áustria, Espanha e França manifestaram-se contrários a este prolongamento temporário, preferindo a proibição definitiva do uso desta alimentação animal, enquanto o Reino Unido absteve-se e Portugal votou a favor da proposta de Bruxelas.
 

 

As farinhas de carne e osso são proibidas na alimentação dos bovinos desde 1994, mas a UE decidiu alargar a interdição em Dezembro a todos os animais devido ao risco de cruzamento de rações nas explorações agrícolas, pois estas farinhas são apontadas como uma das grandes causas de transmissão da encefalopatia espongiforme bovina (BSE).
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar