Questões legais do bebé clone

Nacionalidade do 1º clone é um quebra-cabeças

02 janeiro 2003
  |  Partilhar:

Caso o primeiro bebé-clone venha a pedir o passaporte, a situação poderá ser um verdadeiro quebra-cabeças. Segundo o
 

Departamento de Estado norte-americano será difícil tomar uma decisão se a mãe americana de Eva, alegadamente o primeiro bebé clonado do mundo, pedir um passaporte ou o reconhecimento da nacionalidade norte-americana para a filha.
 

 

Segundo o porta-voz adjunto de Estado Philip Reeker, uma tal pedido exigirá um exame jurídico aprofundado antes de poder ser equacionado. «O caso hipotético de uma criança clonada criará uma situação inédita e por agora não sabemos determinar como é que a legislação norte-americana se aplicará a esta criança», declarou este responsável à imprensa.
 

 

O Departamento de Estado que gere a emissão de passaportes e as questões de nacionalidade para as crianças de norte-americanos nascidas no estrangeiro, admitiu ainda não se ter debruçado sobre esta questão.
 

 

Segundo Brigitte Boisselier, presidente da sociedade Clonaid, ligada à seita dos raelios, os pais do bebé serão um casal de norte-americanos. A mãe, de 31 anos, deu à luz por cesariana fora dos Estados Unidos num país que não foi indicado.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.