QUERCUS dá nota negativa a refinarias

Associação ambientalista alerta para problemas na saúde pública

11 agosto 2004
  |  Partilhar:

A associação ambientalista Quercus afirmou, esta quarta-feira, que as emissões de poluentes da refinaria da Petrogal em Matosinhos são das piores da Europa e colocam em risco a saúde das pessoas. Também a refinaria de Sines é apontada como tendo um mau desempenho neste domínio.Em comunicado, a Quercus alega que, apesar da refinaria de Matosinhos estar muito longe de ser uma das maiores da Europa, é uma das que lança para a atmosfera mais metais pesados, nomeadamente arsénio, cádmio, níquel e crómio, com fortes implicações na saúde humana, já que podem provocar o cancro e afectar órgãos vitais.A associação baseia as suas acusações nas medições das emissões de poluentes das duas refinarias que constam de uma base de dados europeia referente a 2001. O Registo Europeu de Emissões Poluentes recolhe informação sobre 34 poluentes emitidos em 158 instalações industriais de 23 actividades diferentes.No que respeita à libertação de crómio e seus compostos para a atmosfera, a refinaria da Petrogal de Matosinhos apresenta o pior resultado, com emissões que chegam a 1,7 toneladas por ano.Fonte: Correio da Manhã 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar