Quénia: Abstinência sexual para combater Sida

Presidente queniano quer travar epidemia recorrendo à abstinência sexual durante dois anos

16 julho 2001
  |  Partilhar:

O presidente Daniel arap Moi pediu aos quenianos que se abstenham de sexo por pelo menos durante dois anos para tentar impedir o avanço da Sida no país.
 

 

O governo queniano tem a intenção de importar 300 milhões de preservativos para prevenir a contaminação da doença, o que tem provocado a reacção dos líderes religiosos.
 

 

“Como presidente, tenho vergonha de gastar milhões de xelins para importar estas coisas”, disse Moi durante um encontro da Sociedade Farmacêutica do Quénia.
 

 

Para ajudar ainda mais a prevenção da doença, Moi pediu aos quenianos que não fizessem sexo por um período de dois anos, afirmando que esta seria a melhor maneira de baixar a epidemia.
 

 

Todos os dias morrem no Quénia mais de 700 pessoas vitímas do vírus da Sida, e outras 2,2 milhões, dos 30 milhões do país, estão contaminadas com o HIV, segundo estimativas oficiais.
 

 

Mas o projecto de importação de preservativos apresentado pelo governo chocou com os ideias da oposição dos líderes cristãos e muçulmanos, os quais pensam que a solução se encontra na abstinência.
 

 

“Cometer adultério é contra as leis de Deus e a importação de preservativos significa que mais pessoas farão sexo”, disse ao East African Standard o arcebispo católico da cidade de Mombasa, John Njenga.
 

 

Após um período de reacção lento, o governo do Quénia começa agora a acordar para a dimensão do problema no país.
 

 

Nos finais de 1999, Moi declarou a doença uma epidemia nacional e organizou um Conselho Nacional para o Controlo da Sida. No mês passado, o parlamento aprovou uma legislação para permitir ao país importar e fabricar remédios genéricos baratos. O Quénia é o segundo país africano a aprovar este tipo de lei.
 

 

 

Adaptado por: Paula Pedro Martins
 

 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte:Reuters
 

 

Comente esta notícia nos nossos fóruns

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.