Quem nasce por cesariana tem mais cáries

Convivência com bactérias durante parto normal cria “mais resistências”

25 setembro 2005
  |  Partilhar:

 

Crianças que nascem por meio de cesariana correm mais risco de ter cáries no futuro, segundo cientistas norte-americanos.
 

 

Um estudo feito na New York University analisou os históricos de 156 bebés e concluiu que os que nasceram por cesariana foram infectados com uma bactéria que causa cáries um ano antes que os que outros bebés que vieram ao mundo por parto normal.
 

 

Isso porque, dizem os cientistas liderados Yihong Li , os bebés estavam mais expostos a bactérias durante o parto por cesariana. Em média, os 29 bebés do grupo analisado que nasceram por cesariana mostraram os primeiros sinais da presença da bactéria streptococcus mutans 17 meses depois de nascerem. Entre os 127 que nasceram por parto normal, as bactérias começaram a manifestar-se 29 meses após o parto.
 

 

“As crianças que nascem pela vagina desenvolvem mais resistência a estas bactérias no primeiro ano de vida, em parte por causa da exposição a uma maior variedade e intensidade de bactérias das suas mães no ambiente que rodeia o nascimento”, explicou a investigadora, acrescentando que, ao invés, “as crianças que nascem através de cesariana expõem-se menos a bactérias e por isso desenvolvem menos resistência.”
 

 

No artigo publicado na revista académica Journal of Dental Research, os autores do estudo admitem, porém, que factores sociais também influenciam a proporção da incidência de cáries nos dois grupos.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.