Quem bebe vinho é mais saudável

Estilo de vida dos consumidores pode explicar boa saúde

10 maio 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Muitos estudos indicam que as pessoas que bebem vinho são mais saudáveis. Agora, uma nova investigação afirma que o responsável é o estilo de vida de quem aprecia a bebida, em vez dos benefícios do próprio vinho.
 

 

O consumo moderado de qualquer tipo de bebida alcoólica tem vindo a ser associado a uma vida mais saudável, particularmente à saúde cardiovascular e o vinho tem um destaque especial.
 

 

Alguns cientistas acreditam que certas propriedades do vinho, como os elementos antioxidantes, podem dar à bebida um benefício adicional além do conteúdo de álcool. Mas outros estudos também indicam que os apreciadores do vinho podem apenas ter estilos de vida mais saudáveis.
 

 

O estudo feito com mais de 4.400 homens e mulheres norte-americanos mostrou que as pessoas que preferiam vinho têm dietas mais saudáveis e estavam menos propensas a fumar, em comparação àquelas que gostavam mais de cerveja ou destilados ou ainda outras sem preferência.
 

 

Além disso, as pessoas que consumiam álcool praticavam mais exercícios e comiam mais vegetais do que os abstémios, de acordo com as descobertas publicadas no American Journal of Clinical Nutrition.
 

 

«Os aparentes benefícios do vinho para a saúde, em comparação com outras bebidas alcoólicas, podem ser resultantes da confusão com hábitos alimentares e outros factores do estilo de vida», concluíram os autores do estudo, liderados por John C. Barefoot, da Universidade Duke, em Durham (Carolina do Norte).
 

 

Certos hábitos saudáveis foram mais comuns entre as pessoas que consumiam bebidas alcoólicas. Por isso, é possível que o estilo de vida possa ser responsável pelas taxas mais altas de doenças graves e morte que algumas pesquisas verificaram entre os abstémios, de acordo com a equipa.
 

 

No entanto, os cientistas destacaram que as diferenças mais marcantes na dieta e no tabagismo, observadas no novo estudo, ocorreram entre os apreciadores de vinho e as pessoas que consumiam outros tipos de bebida.
 

 

As descobertas basearam-se em dados recolhidos entre os alunos de meia-idade da Universidade da Carolina do Norte. Os participantes tinham alto nível educacional e rendimentos semelhantes.
 

 

Os investigadores ainda descobriram que, comparados com as pessoas que ingeriam outros tipos de bebidas, os apreciadores de vinho consumiam mais fibras, menos gordura saturada e colesterol.
 

 

Tanto os homens quanto as mulheres que bebiam vinho estavam menos propensos a fumar do que aqueles que preferiam outros tipos de bebida.
 

 

Os resultados destacam os «diversos» factores de estilo de vida que podem ajudar a explicar a ligação entre a ingestão moderada de álcool e uma vida mais saudável, assim como os benefícios extras que são atribuídos ao vinho.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.